Jesus parecido com Cristo Redentor distribui Wi-Fi na Polônia

A Estátua do Cristo Rei na cidade polonesa de Swiebodzin tem causado discussões desde sua inauguração em 2010. Desta vez, segundo a mídia, a estátua serve não apenas para fins religiosos, mas também para comerciais.

Foto: Pixabay
Postado em 27/04/2018 6:24

Share Button

A escultura do Cristo Rei de Swiebodzin mede 36 metros, sendo hoje em dia o maior monumento de Jesus. Até mesmo o famoso Cristo Redentor do Rio de janeiro é mais baixo do que o polonês, tendo “somente” 30 metros de altura.

No entanto, a estátua religiosa acabou sendo usada para fins muito mais cotidianos.

Segundo a mídia polonesa, na coroa dourada na cabeça de Cristo estão escondidos cabos e antenas que servem de aceleradores para distribuir Wi-Fi.

Jornalistas tentaram entrar em contato com o padre da igreja no território da qual fica a estátua do Cristo Rei para que ele comentasse a situação, mas ele descartou as informações, dizendo que não sabe de nada.

Mais tarde, o padre acabou explicando que as antenas são apenas um para-raios sem saber algo sobre distribuição de Wi-Fi. O sacerdote também acrescentou que a paróquia não firmou nenhum acordo com companhias de Internet nem recebe nenhum benefício econômico.

Os crentes se dividiram quanto ao incidente: a maioria condenou a ideia, qualificando-a de “comércio da cabeça de Jesus”. Outros não acharam nada de mal na instalação das antenas na estátua.

“A combinação de agradável e útil recebida pelos católicos. Qual é o problema?”, comentou um usuário.

“Internet dos Céus”, brincou outro.

“Não estou entendendo a indignação comum — no fim das contas, a figura servirá para algo bom”, contrapôs mais um internauta.

O incidente com Cristo, segundo alguns, reflete a imagem da toda a estrutura da igreja, que faz dinheiro se escondendo sob a máscara de Deus.

“Eles erguem a estátua mais alta de Jesus da Polônia ou até mesmo de toda a Europa, de Jesus, que acreditava que os bens materiais não são o mais importante, e nele colocam antenas para receber lucros”, desabafou um dos comentadores.

Comentários

comentarios

Fonte: Agência Sputnik