Localizada na região da Lombardia, na Itália, a pequena cidade de Ospedaletto Lodigiano pediu o cancelamento da cidadania de 1.118 brasileiros após a descoberta de corrupção e fraude no processo de concessão da cidadania.

Iniciada no ano passado, a investigação mirou processos abertos entre 2015 e 2017.

Brasileiros de São Paulo lideram a lista de pedidos cancelados: são mais de 400. Outros 44 são de Belo Horizonte, 39 de Campinas, 30 de Curitiba e 18 do Rio de Janeiro, além de registros em outros municípios. Muitos conseguiram o atestado de residência em Ospedaletto Lodigiano sem nunca terem pisado na cidade. A lista completa pode ser acessada aqui. 

A Itália é um dos países mais procurados por brasileiros em busca de dupla cidadania. Filhos ou netos de italianos podem fazer a solicitação no consulado brasileiro, mas a morosidade faz com que muitos optem por dar um “jeitinho”, entrando com o pedido diretamente no país europeu.

No caso das fraudes descobertas pela equipe, os pagamentos eram feitos a dois funcionários públicos que, por sua vez, conferiam atestados falsos de residência, exigidos pela lei para a obtenção da cidadania. Um casal de brasileiros também é acusado de envolvimento na fraude.

Veja o mundo com informação

Comentários

comentarios

Share This