Um caminho para libertar a política

Um caminho para libertar a política

<script type=”text/javascript”> <!– window.rsConf = {general: {usePost: true}}; //–> </script> <script src=”//f1-eu.readspeaker.com/script/3/webReader/webReader.js?pids=wr” type=”text/javascript”></script> Por Célio Turino O que é um Mandato Cidadanista? É a política ao alcance da cidadania. Não a política como profissão (“a mais vil das profissões”, escreveu Rubem Alves) e sim como meio para resolução pacífica de conflitos e busca do bem comum (“a […]
A Justiça no centro da crise política

A Justiça no centro da crise política

Hoje, praticamente todos os temas políticos debatidos no país passam pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Efeito, entre outras questões, do que a academia chama de “judicialização da política”.1 O fato é que a Constituição Federal de 1988 desenhou um modelo de sistema de justiça com um protagonismo ímpar. De todos os integrantes desse sistema, que engloba, […]
Imigração no Brasil: a xenofobia na fronteira

Imigração no Brasil: a xenofobia na fronteira

O Brasil tem um histórico de acolhida a migrantes e refugiados. Internacionalmente, o país vinha sendo elogiado por ações avançadas na área migratória, incluindo a recepção de cerca de 45 mil haitianos após o terremoto que devastou a nação caribenha e a concessão de vistos humanitários a refugiados afetados pelo conflito na Síria. Contudo, as frágeis políticas para lidar com a […]
Não se volte contra o oprimido, mas contra o opressor

Não se volte contra o oprimido, mas contra o opressor

Um grande problema interpretativo que se irrompe como um óbice ao progresso das forças produtivas é a ideologia dominante que dissemina a ideia de que o oposto do trabalhador é o preguiçoso, ou como é chamado ordinariamente, o “vagabundo”, ou até mesmo, o criminoso, sobretudo, o ladrão urbano. Esse raciocínio ocorre porque o capitalismo esconde […]
Perspectiva da Política Externa: Mercosul

Perspectiva da Política Externa: Mercosul

Por Leonardo Rocha Bento Pertinente recuperar o aprofundamento dos contatos bilaterais entre os dois vizinhos latinos, Brasil e Argentina,  à luz do processo de “construção da estabilidade estrutural”, a partir de 1979, tal como propõe Alessandro Candeas em seu livro “A Integração Brasil-Argentina – História de uma ideia na ‘visão do outro'”2 , cuja segunda edição […]